RSS

Saiba como não deixar o mau humor influenciar no dia a dia do trabalho

A vida moderna tem imposto cada vez mais tarefas às pessoas, principalmente às mulheres. A ala feminina tem rotinas que, muitas vezes, exigem que façam várias tarefas e solucionem diversos problemas ao mesmo tempo. O stress dessas cobranças acabam gerando o mau humor, principalmente no ambiente de trabalho onde passamos o maior tempo de nossos dias. Cuidado! Não torne o seu mau humor um comportamento habitual.

 

Normalmente quando só pensamos em problemas acabamos atraindo mais problemas. A nossa conduta, a nossa fala, reflete no ambiente em nossa volta e pode retornar mais hostilidade por parte de nossos colegas de trabalho.

 

Lembre-se sempre que, por maior que seja sua dificuldade, vivemos em sociedade, e no ambiente de trabalho interagimos com nossos colegas, nosso chefe…  Esses relacionamentos devem ser o mais agradável e saudável possível para que se consiga conviver em harmonia.

 

Se o seu mau humor é constante é provável que tenha origem em alguma insatisfação “crônica”, analise se o problema vem de uma escolha profissional equivocada, pois trabalhar no que gosta ou pelo menos não trabalhar naquilo que odeia já traz grande alívio ao dia a dia. Avalie. Existe alguma pendência com algum colega de trabalho? Se sim, resolva! Não fique prolongando mal estares. Se o foco de tudo estiver em questões não relacionadas ao ambiente de trabalho, aprenda a separar as coisas. Lembre-se sempre que ninguém merece ficar ao lado de uma pessoa que reclama de tudo o tempo todo, nem você!

 

Mas, se mesmo assim você perceber que é a hora de mudar de emprego, cadastre o currículo gratuitamente em portais que oferecem esta opção. Há também outra alternativa, procure buscar novas oportunidades em sites da sua região. Por exemplo, se você está em Jundiaí, entre no Jundiaí Online e procure por vagas de emprego em Jundiaí. Lá você verá oportunidades locais que estão em aberto.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de junho de 2011 em Uncategorized

 

Como se diferenciar em uma entrevista de emprego?

Concorrer a uma vaga de emprego ainda deixa muita gente sem saber realmente como agir. Bem, alguns comportamentos básicos são indispensáveis: as mulheres devem dispensar os decotes e os homens, as bermudas. Usar gírias e errar no português pode ser um fator negativo na hora da avaliação do candidato. Mas disso todo mundo sabe.

O que talvez nem todo mundo saiba é o que pode fazer a diferença na hora da entrevista. Atente a essas dicas e se destaque entre seus colegas:

– Chegue mais cedo para a entrevista. Assim, vai fazer com que o avaliador pense que você está realmente interessado na vaga

– Desligue o seu celular antes de entrar na sala para a entrevista. Se estiver esperando alguma ligação urgente e inadiável explique antes ao avaliador e peça desculpas

– Não coloque objetos em cima da mesa do entrevistador. Sente-se com postura e não se sinta tão à vontade por mais que o entrevistador o peça. Ele pode estar somente testando você

– Se foi demitido de seu emprego anterior, não comente. Tente fugir desta pergunta e se ela surgir durante a entrevista, haja com naturalidade e limite suas explicações a questões profissionais

– Evite perguntar sobre o salárioem questão. Provavelmente, o próprio avaliador irá lhe informar. Caso ele não diga, espere o momento certo para fazer todas as suas perguntas

Para conseguir chegar nessa fase do processo seletivo, a dica é pesquisar oportunidades em portais locais, como o Jundiaí Online, que disponibiliza classificados com vagas de emprego em Jundiaí. Outra dica é cadastrar gratuitamente o currículo em portais que oferecem este serviço.

Com essas dicas você estará pronto para enfrentar qualquer avaliador. Vá em frente e deixe o nervosismo de lado, você já sabe exatamente como agir na sua próxima entrevista.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de maio de 2011 em Empregos em Jundiaí

 

Tags: , , , , ,

O futuro é tech e sustentável

Se você está querendo saber quais são as novas tendências do mercado, é preciso observar a economia. As ofertas de empregos que vão continuar em alta nos próximos anos são da área de tecnologia e sustentabilidade. Sim! O mundo é tech e está cada vez mais preocupado com causas ambientais e sociais.

Gráficos apresentados pela Revista Superinteressante do mês de maio apontam a perspectiva de empregados nos setores de sustentabilidade e tecnologia no futuro. De 2008 para cá, o investimento mundial em energia limpa cresceu 329%. E como o Brasil é uma grande potência energética, podendo vir a se tornar a maior delas, é preciso aproveitar a oportunidade. Segundo os dados publicados pela revista, em 2030 serão cerca de 12 milhões de empregados no setor de energias renováveis, como biogás e biodiesel. O número é milhares de vezes maior do que o registrado em 2006, de 1,1 mil brasileiros trabalhando no setor.

E na área de tecnologia, os números não são menos surpreendentes. Em 2010, os brasileiros gastaram 14,8 bilhões de reais em compras pela internet – 40% a mais que em 2009. No entanto, há apenas 11 especialistas em e-commerce no Brasil, todos recém-formados em 2010. As mídias sociais também representam um campo fértil para arranjar emprego. Atualmente, temos 200 gerentes de mídias sociais, mas a procura por candidatos para atuar neste setor não para de crescer.

Para conseguir uma oportunidade nas áreas de tecnologia e sustentabilidade, você pode cadastrar o currículo gratuitamente em portais que disponibilizam este serviço. Outra sugestão é procurar trabalho em sites locais. Por exemplo, se você está na região de Jundiaí, a dica para pesquisar vagas de emprego em Jundiaí, é acessar sites como o Jundiaí Online, que disponibiliza os classificados locais.

A economia diz muito do mercado a você. Basta analisá-la com atenção e verá que o mundo já está vivenciando essas tendências. Vamos aproveitar!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de maio de 2011 em Empregos em Jundiaí

 

Tags: , ,

A volta da melhor idade ao mercado de trabalho

Agora é a vez dos vovôs e das vovós! Quem tem mais de 50 anos está conseguindo retornar ao mercado de trabalho. Essa informação é do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística que mostra que o número de pessoas desta faixa etária e que estão empregadas aumentou 56,1%. Os dados são do período de 2003 até o primeiro trimestre de 2011 e correspondem a trabalhadores das seis maiores regiões metropolitanas do País.

Além da melhor idade quem tem a ganhar com isso são as empresas que passaram a contratar colaboradores com muita experiência e que possuem uma vontade imensa de atuar no mercado. O perfil destas pessoas também revela que ainda tem disposição para atingir as metas e desafios que lhes são impostos diariamente no trabalho.

Muitas destas oportunidades estão na região de Jundiaí. Para as vagas de emprego em Jundiaí você pode acessar os classificados locais no site Jundiaí Online. Você também pode cadastrar o currículo gratuitamente em portais que disponibilizam este serviço.

Esse retorno de quem tem mais de 50 anos ao mercado de trabalho só deve aumentar daqui pra frente, mas deve ser encarado como um alerta para os jovens que podem crescer ao trabalhar em equipe com estes profissionais, adquirindo mais conhecimento. E é isso que o mercado tem que enxergar: que estes colaboradores completam a formação técnica e a prática de quem tem menos experiência.

Os trabalhadores da melhor idade estão tão felizes com as novas oportunidades que vem surgindo que estão investindo em educação. Muitos deles não possuíam curso de informática e outros nunca haviam sentado em um banco na universidade. Eles estão de olho no futuro, acompanhando os avanços e com muito interesse em conseguir atingir as expectativas das empresas.

A maioria dos idosos não quer saber de ficar parado e precisa voltar a trabalhar porque quer fazer muito mais do que apenas cuidar dos filhos ou netos ou porque realmente precisa do salário para complementar a renda familiar.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de abril de 2011 em Empregos em Jundiaí

 

Tags: , , , , , ,

Empreendedores geram mais de 19 mil empregos com carteira assinada

A fatia de profissionais que possuem um negócio com faturamento de até R$ 36 mil por ano, os chamados empreendedores individuais, que já somam mais de um milhão no país e cadastrados em programa do Governo Federal, chegaram a gerar, até meado de março de 2011, 19.750 mil oportunidades de trabalho com carteira assinada. É o que diz o SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena Empresa.

Outra informação relevante é que 6.283 conseguiram ganhar mais do que R$ 36 mil por ano e se transformaram em microempresa, que corresponde a um faturamento de até R$ 240 mil anuais.

Quem está no topo do ranking liderando a formalização são os cabeleireiros e vendedores de roupas. Outras áreas são bares e lanchonetes, costureiras, eletricistas, pedreiros, minimercados e mercearias, pintores, ambulantes de alimentos, técnico de manutenção de computadores e vendedores de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal.

A maioria dos individuais está em São Paulo (20,71%). O Rio de Janeiro vem em depois (13,04%), seguido por Minas Gerais (9,73%), Bahia (9,32%), Rio Grande do Sul (5,56%) e Paraná (5,27%).

Pelo levantamento, pode-se perceber que existem empreendedores formalizados de outros 99 países. Só os bolivianos somam 646 registros. Os argentinos, chilenos, portugueses, chineses, italianos, angolanos, libaneses, alemães e japoneses também estão entre os estrangeiros.

O estudo revela que existem empreendedores formalizados de 16 a 70 anos, mas que a maioria está entre os 31 e 40 anos e em segundo lugar entre 21 e 30 anos.

Já na relação estado e idade, Santa Catarina é que possui maior índice de empreendedores de 16 a 17 anos, com 0,24%. Já no Acre, a faixa etária está entre 18 e 20 anos, representando 4,54%. Mas no Rio de Janeiro é que estão os profissionais com mais de 70 anos, revelando 0,49%.

Para conseguir uma das oportunidades com empreendedores individuais a dica é procurar as vagas de emprego no Jundiaí Online. Outra sugestão é cadastrar seu currículo em portais que disponibilizam este serviço gratuitamente.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de abril de 2011 em Empregos em Jundiaí

 

Tags: , , ,

Micro e pequenas empresas geram a maioria dos empregos

Elas não recebem a atenção merecida, mas são as geradoras da metade dos empregos formais do país. São as micro e pequenas empresas, que contam com até 100 funcionários e que se mostram que alavancam cada vez mais o desenvolvimento. As informações são de uma pesquisa realizada pelo Sebrae, a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. O quadro de empresas do Brasil mostra que 98% são micro e pequenas. Elas oferecem mais empregos, democratizam e distribuem melhor a renda e são as responsáveis pela criação de 56% dos empregos do país.

Estas empresas são ótimas oportunidades e constituem importantes postos de trabalho, pois promovem estabilidade por conta da capacidade de gerar empregos, renda e a movimentação da economia. No Brasil, esse segmento tem se mostrado como maior fonte de geração de trabalho, pois absorve a maior parte da mão de obra vinda de demissões de grandes empresas.

Dos 152.091 empregos criados em janeiro deste ano, 79,8%, isto é, 121.368 vieram de micro ou pequenos negócios. Deste total, 69,6% foram abertas por companhias que contratam até quatro trabalhadores. Já fevereiro também registrou bons números: 103 mil vagas em aberto.

Essa situação só reflete a estabilidade do Brasil, além de já mostrar as novas oportunidades que ainda virão por causa de grandes eventos como a Copa 2014 e Olimpíadas 2016.

Os setores de serviço, indústria de transformação e construção civil foram os que mais contribuíram para a geração de novos empregos.

A agricultura apontou um aumento de 8.324 postos, dobrando o resultado de janeiro de 2010 com 4.143 empregos.

São Paulo liderou a geração de empregos, seguido pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em conjunto, o emprego formal das nove principais regiões metropolitanas trouxe um resultado de 48.510 novas vagas no mês de janeiro de 2011.

Para saber onde achar vagas em micro e pequenas empresas é fácil. O Jundiaí Online tem um classificado com emprego em diversas áreas de trabalho. Outra sugestão é se atentar aos classificados com vagas de emprego em Jundiaí, publicar seu currículo em portais e até mesmo ficar e olho nas oportunidades divulgadas na internet.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de abril de 2011 em Uncategorized

 

Sites de compras coletivas geram novas oportunidades de trabalho

O “boom” do momento são os sites de compras coletivas. A novidade começou nos Estados Unidos, mas, hoje, tem atraído consumidores do mundo inteiro. O Brasil entrou na onda e tem tornado esse mercado aquecido. Com isso, as oportunidades de trabalho nesta área estão crescendo. Segundo um levantamento realizado pela Catho Online, entre janeiro e março deste ano, mais de mil vagas neste segmento foram abertas, com salários que chegam até R$ 9.962, como para o cargo de gerente comercial.  A média dos salários está entre R$ 2 mil e R$ 3 mil. Por exemplo, um estagiário recebe entre R$ 700 e R$ 837, por mês.

As cidades de Curitiba, Recife, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo são as que registraram maiores índices de vagas em aberto.

Este “novo segmento” tem disponível emprego para diversas funções. Em geral, o perfil procurado é do profissional que tem conhecimento em tecnologia, informática, marketing, está conectado com as novidades do mundo virtual e das redes sociais, tem bom relacionamento com as pessoas, possui boa comunicação e que goste e saiba trabalhar em grupo. Se o candidato tiver alguma experiência em e-commerce, será bem vindo e visto como diferencial sobre os outros profissionais.

Você pode escolher uma vaga entre as de: web designer, mídias sociais, desenvolvedor, programador, administrativo, marketing, finanças, coordenador comercial, executivo de vendas, estagiários, que analisam as informações e perfis de usuários e city manager, uma espécie de “pescador” de empresas que se interessam em vender através de portais de compras coletivas.

Com tantas oportunidades, aproveite! Acredite que uma delas poderá ser sua! Para saber sobre empregos em diversas áreas a dica é pesquisar as vagas de empregos em Jundiaí ou em outros sites de empregos da sua região. Cadastrar seu currículo em sites que disponibilizam este serviço gratuitamente na internet também é uma boa sugestão!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de abril de 2011 em Empregos em Jundiaí

 

Tags: , , , , ,